Marketing Pessoal

marketing-pessoal

Se as pessoas gostam de você, elas vão te ouvir, mas se elas confiam em você, elas vão fazer negócios com você.
Zig Ziglar

Constantemente estamos sendo observados quando visitamos nossos clientes, quando saímos com a família, quando vamos a uma instituição de ensino, quando vamos à igreja, em todas as circunstâncias estamos sendo vistos por alguém, e essa pessoa vai formar um conceito sobre você, com base nas informações verdadeiras ou falsas sobre sua vida, por onde você anda, o que diz, como se veste, com quem se relaciona, em que trabalha, qual a sua posição na empresa, como apresenta seus produtos, e muitos outros detalhes. Talvez você não se importe com isso, mas devia se importar. A imagem que as pessoas têm de você é um fator decisivo em sua carreira e em todas as dimensões de sua vida. O marketing pessoal projeta sua identidade, como se você fosse uma marca, uma grife, um produto ou serviço. Veja como.

Deslanchar uma carreira de sucesso requer do profissional várias estratégias: uma delas é um bom marketing pessoal. O objetivo dessa ferramenta é aumentar a aceitação e fortalecer a imagem que um determinado segmento, ou o público em gera, tem acerca de uma pessoa. É necessário saber que forma você está se apresentando para o mercado e como este mercado esta vendo você. O marketing pessoal procura destacar aspectos de sua personalidade, habilidades, capacidade profissional e outras características positivas que ajudam a formar sua imagem pessoal e profissional.

Saber cuidar do marketing pessoal não é uma habilidade que nasce com a pessoa, mas é algo que pode ser aprendido e desenvolvido com o tempo. No entanto, para desenvolver essas habilidades é fundamental que o seu marketing pessoal crie uma marca em você. Assim, quando falarem seu nome, de imediato a sua imagem virá junto. Tomara que seja o conceito de uma pessoa simpática, ativa, responsável, criativa, bom caráter ótimo profissional.

Autor Salomão Ribeiro, Coaching